Categories

Projeto Pedagógico – TCC

Projeto Pedagógico em pdf.

Projeto Pedagógico em doc.

[Versão para o BLOG]

ESCLARECIMENTO


Considerando que toda produção técnico-científica de um curso sério, como é o caso do GESTAR II, o mesmo precisa ter uma identidade visual, organizada e uniformizada, para transmitir adequadamente o seu conteúdo, onde foi adotado normas que propiciem essa padronização, por isso utilizamos as normas da ABNT.

Como nem todas as situações são passíveis de normalização, procurou-se dar ênfase na maioria delas. O bom senso é sempre um poderoso aliado no discernimento de situações em que será aconselhável ou não aplicar as normas aqui estabelecidas.

O presente Trabalho de Conclusão de Curso – TCC, teve como referências bibliográficas:

1- Normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas do Brasil – ABNT:

  1. NBR 6022 de 2002;
  2. NBR 6023 de 2002;
  3. NBR 6024 de 2003;
  4. NBR 6027 de 2003;
  5. NBR 6028 de 2004;
  6. NBR 6029 de 2006;
  7. NBR 6034 de 2004;
  8. NBR 10520 de 2002;
  9. NBR 10719 de 1989;
  10. NBR 12225 de 2004;
  11. NBR 14724 de 2005;
  12. NBR 15287 de 2005.

Obs.: é mais que notório que esta página, não está agregada ao TCC, tendo seu fim único, apenas para esclarecimento e consulta.

Prof. Marcelo Xavier Travassos.


MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO – MEC

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA – SEB

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO – SEMED

GESTÃO DA APRENDIZAGEM ESCOLAR – GESTAR II


ANDREIA FERNANDO TOLEDO SOUZA

KELLY MARIA PASSOS

ISABEL ANDRADE LARA

LECI RODRIGUES DE MORAES

LILIAN RANDOLFO

MARCELO XAVIER TRAVASSOS

INTERVENÇÃO MIDIÁTICA APLICADA NA MATEMÁTICA DO ENSINO FUNDAMENTAL


UNAÍ – MG.

MAR/2009

ANDREIA FERNANDO TOLEDO SOUZA

KELLY MARIA PASSOS

ISABEL ANDRADE LARA

LECI RODRIGUES DE MORAES

LILIAN RANDOLFO

MARCELO XAVIER TRAVASSOS


INTERVENÇÃO MIDIÁTICA APLICADA NA MATEMÁTICA DO ENSINO FUNDAMENTAL


TCC apresentado ao

Curso: Gestão da Aprendizagem Escolar

– GESTARII,

do Ministério da Educação – MEC,

como exigência para obtenção do

Certificado do Curso.

Unaí – MG.

MAR/ 2009

ABREVIATURAS E SIGLAS

ABREVIATURAS/SIGLAS DENOMINAÇÃO
GESTAR Programa Gestão da Aprendizagem Escolar
CBC Conteúdo Básico Comum
TP Teoria e Prática
PCN Parâmetros Curriculares Nacional
MEC Ministério da Educação e Cultura.

ICONOGRAFIAS

IMAGENS LOCALICAÇÃO
Fotos da execução do trabalho, realizado pelos educandos. As fotos se encontram, no blog, na seção: TRANSPOSIÇÃO DIDÁTICA, após cada encontro.

RESUMO


O presente Projeto Pedagógico, visa o envolvimento de elementos históricos, políticos, sociais, econômicos, culturais e pedagógicos. Buscando oferecer aos educandos uma educação que transmita cultura, conhecimento, potencialidades, habilidades e uma reflexão critica acerca da realidade, que os rodeia. Formando com isso um educando integral, um cidadão participativo e ativo, na comunidade local e em âmbito nacional, garantindo a sua permanência na escola e o acesso a uma qualidade de ensino satisfatória. Esse Projeto traz como fator norteador, das suas idéias os conteúdos dos cadernos dos TPs – Teoria e Prática, do Programa Gestão da Aprendizagem Escolar – GESTAR II, promovido pelo Ministério da Educação em parceria com a Secretaria de Educação Municipal de Unaí – MG. Por fim, queremos efetivar o que diz o art.1º da Lei de Diretrizes e Bases da Educação, nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996: “A educação abrange os processos formativos que se desenvolvem na vida Familiar, na convivência humana, no trabalho, nas instituições de ensino e pesquisa, nos movimentos sociais e organizações da sociedade civil e nas manifestações culturais.” Diante disso acreditamos que a escola seja um lugar para as transformações sociais e individuais, o que nos faz trabalharmos com amor e sensibilidade, diante das dificuldades apresentadas, nas reuniões pedagógicas, nas nossas escolas, e no convívio diário, com os nossos educandos, pois entendemos que ele não pode ser penalizado pela falta de condições socioeconômicos que seus familiares enfrentam.

Palavras-chave: aprendizagem, conhecimento, gestar II.


ABSTRACT

This Education Program aims to involve elements of historical, political, social, economic, cultural and educational. Seeking to offer students an education that transmits culture, knowledge, capabilities, skills and a critical reflection on the reality that surrounds them. Thereby forming an integral student, participating citizens and active in the local community and nationally, ensuring that they stay in school and access to a satisfactory quality of education. This project has as a guiding factor, their ideas of the contents of notebooks TPs – Theory and Practice of the Learning Management Program School – GEST II, sponsored by the Ministry of Education in partnership with the Department of Education Hall of Unai – MG. Finally, we want to accomplish with the art.1 of the Law of Directives and Bases of Education, No. 9394, December 20, 1996: “The education covers the formative processes that develop in family life, the human experience in work, in educational institutions and research in social movements and civil society organizations and cultural events. “In addition we believe that the school is a place for social change and individual, what makes us work with love and sensitivity before the difficulties faced in meeting teaching in our schools and in daily contact with our students because we believe it can not be hampered by the lack of socio-economic conditions that their families face.

Keywords: learning, knowledge, gestating II.


SUMÁRIO


Introdução ………………………………………………………………………………………………………….. 01
1 Tema 03
1.1 Temas de Apoio …………………………………………………………………………. 03
1.1.1 Enfoque Pedagógico ……………………………………………….. 03
2 Objetivo Geral 03
2.1 Objetivos Específicos ………………………………………………………………….. 04
3 Disciplinas Envolvidas e Público Alvo ……………………………………………………………….. 05
4 Justificativa ……………………………………………………………………………………………………… 05
5 Metodologia 27
5.1 Etapas ……………………………………………………………………………………….. 06
5.2 Estratégias …………………………………………………………………………………. 06
5.3 Recursos Tecnológicos ……………………………………………………………….. 06
5.4 Coleta de Dados …………………………………………………………………………. 07
5.5 Seleção do Material …………………………………………………………………….. 08
5.6 Meios para a Execução ………………………………………………………………… 08
6 Cronograma …………………………………………………………………………………………………….. 08
7 Avaliação …………………………………………………………………………………………………………. 10
Considerações Finais …………………………………………………………………………………………… 11
Referências …………………………………………………………………………………………………………. 12


INTRODUÇÃO


Não há como falar dos objetivos do Programa Gestão da Aprendizagem Escolar – GESTAR II, sem antes nos reportarmos a época dos grandes pensadores e matemáticos, do período clássico, como Sócrates, Platão e tantos outros. Onde há relatos da dificuldade que eles tinham, de transmitir o pensamento matemático, o que até hoje nos perturba: como e/ou qual o método mais eficaz, para poder transmitir o conhecimento matemático?

Já analisando sob uma outra ótica, vencido a fase de transmissão, do conhecimento matemático, é notório a presença do seu valor científico, em todas as épocas, a importância e mesmo a sua necessidade, tanto como parte da cultura individual como por sua indispensabilidade para a construção do conhecimento humano.

Apesar dessa dificuldade de transmissão, é indubitável que a Matemática, é uma das ciências exatas, que mais cresce, juntamente como o decorrer do tempo. Ela não é algo estático, pronto e acabado, muito pelo contrário, ela se constrói e, se refaz, mediante simples equações, para chegar a complexos axiomas.

Propomos aqui um projeto pedagógico, com cunho de ir em busca da teoria e da sua prática, aludindo a: conceitos, características, história e práticas educativas, refletindo para além das questões internas relativas ao conhecimento matemático, sua existência e justificação, como também sobre questões externas relacionadas com a origem histórica, os contextos sociais e culturais de produção desse conhecimento.

A matemática é multidisciplinar, onde existe a presença de diversas dimensões, entre as quais destacam-se as dimensões cultural, social, formativa e política. E é dentro da proposta do GESTAR II, que queremos dar uma nova modelagem no ensino da matemática, detendo como fonte principal o papel social que ele desempenha, através dos seus TPs(Teoria e Práticas).

Equacionamos aqui a utilização dos TPs e dos Materiais de Apoio, fornecidos pelo Kit do GESTAR II. Esses serão os parâmetros norteadores, flexíveis e equilibrados, capazes de incorporar experiências educativas diferenciadas e formas alternativas de aprendizagem, potencializando assim aspectos inerentes a cada uma destas dimensões, e promovendo com isto uma socialização efetiva do saber.

O ensino deve ser compreendido como o espaço de produção do saber, por meio da centralidade da investigação como processo da informação para que se possam compreender fenômenos, relações e movimentos de diferentes realidades e, se necessário, transformar tais realidades.(FORGRAD, 2002, p.7 ).

É dentro desta visão que este projeto visa oferecer ensino de qualidade em matemática somando atividades que estimulem a investigação científica e a prática da extensão na vivência do educando.

No entanto torna-se necessária uma profunda reflexão, tanto sobre a postura didática, como também sobre o planejamento / elaboração / execução dos conteúdos a serem ministrados, propostos pelo GESTAR II, em relação ao Conhecimento Básico Comum – CBC, exigido pela Secretaria de Educação do Estado de Minas Gerais. Deve-se ainda observar as orientações didáticas, esboçadas pelos Parâmetros Curriculares Nacional – PCN.

Por fim acreditamos que o presente projeto conduz o nosso trabalho, com a utilização dos TPs do GESTAR II, a uma atualização didática pedagógica, preservando a qualidade e dando uma base teórica sólida, da matemática, ampliando ainda a vivência dos nossos educandos em experiências modelos culturais e políticas.

1 Tema


Intervenção Midiática Aplicada na Matemática do Ensino Fundamental.

1.1 Temas de Apoio


  • Alimentação, condição essencial de vida e de saúde (sistemas de Equações Lineares);
  • Imposto de Renda e Porcentagem;
  • Explorando conceitos matemáticos numa discussão sobre esportes – proporcionalidade e medidas. Tratamento de informação, números inteiros e medidas;
  • A previdência social e a mensuração de riscos(seguros de vida);
  • O universo das formas(semelhanças, revestimentos, preenchimentos, os triângulos na vida dos homens – Congruência de Triângulos);
  • A educação matemática contribuindo na formação do cidadão/consumidor crítico, participativo e autônomo(estudo de fenômenos sociais cotidianos – função linear como modelo matemático presente em vários contextos);
  • Espaço, Tempo, Ordem de Grandeza – Números grandes e pequenos(matemática e interações sociais);
  • Matemática e impacto social da tecnologia da informação(explorando conceitos matemáticos em uma discussão sobre a reutilização e o uso de novas tecnologias);
  • A Álgebra como ferramenta humana – Frações e Frações Algébricas.

1.1.1 Enfoque Pedagógico


Construtivista e Pós-construtivista

2 Objetivo Geral


A educação envolve elementos históricos, políticos, sociais, econômicos, culturais e pedagógicos. Neste sentido, o GESTAR II busca ofertar uma educação que transmita cultura, desenvolva o conhecimento acumulado, desperte potencialidades, reflexão e criticas acerca da realidade. Nosso objetivo é a formação integral do educando, garantindo a sua permanência e acesso e priorizando a qualidade do ensino da matemática, dentre outras disciplinas. Nosso Projeto Pedagógico traz tem como objetivo principal trazer e fazer da escola, um espaço de transformações sociais e individuais, abordando aspectos que atendam as necessidades e anseios do cotidiano dos nossos educandos. Utilizando-se como método os saberes, inseridos e discutidos maciçamente nas reuniões, através dos TPs.

2.1 Objetivos Específicos


Tomamos como fator norteador para iniciar os nossos trabalhos o Art. 1º, da LDB(9.394/96): “A educação abrange os processos formativos que se desenvolvem na vida familiar, na convivência humana, no trabalho, nas instituições de ensino e pesquisa, nos movimentos sociais e organizações da sociedade civil e nas manifestações culturais.”

Logo o Projeto Pedagógico de Intervenção teve como princípios básicos:

  1. A visão da escola como um lugar para as transformações sociais e individuais e por este motivo, utilizamos todos os saberes contidos nos TPs, de modo a dar todas as condições aos nossos educandos, pois entendemos que eles não podem serem penalizados pela falta de condições socioeconômicos à qual se encontra, muitas vezes a sua família.
  2. Partir de problemáticas importantes e usar a matemática para resolver situações-problema relacionadas, fazendo hipóteses, tentativas, remexendo em conhecimentos e buscando outros. Tratar de medidas e decimais, áreas e volumes, razão, proporcionalidade, escalas, tabelas, gráficos e equações.
  3. Estabelecer conexões entre esse conceito e outros relacionados: número racional e irracional, razão, proporção.
  4. Identificar o conceito de porcentagem, estabelecendo conexões entre ele e outros relacionados: razão, número racional e irracional, proporção, regra de três.
  5. Identificar aspectos relevantes na construção de um conceito matemático.
  6. Conhecer e desenvolver habilidades relacionadas a:
    1. – escalas, razões e proporcionalidade;
    2. – representação gráfica;
    3. – área e cálculo de área de alguns polígonos.
    4. – cálculo de razão, porcentagem e proporção.
  7. Reconhecimento e aplicação dos tipos de grandezas proporcionais gráfica e numericamente.
  8. Aspectos importantes da representação gráfica.
  9. Vivenciar a resolução de uma situação-problema relacionada ao tratamento de informação e números relativos como estratégia para mobilizar conhecimentos, construir conceitos em ação e desenvolver habilidades relacionadas a:
    1. - tratamento de informação;
    2. - média;
    3. - interpretação e operação com números inteiros (ou relativos);
    4. - reconhecimento e operações com unidades de comprimento, superfície, volume, tempo e massa
  10. Reconhecimento e aplicação dos números relativos.
  11. Operação com os números inteiros.
  12. Dedução e aplicação de conceitos envolvendo unidades de medidas de superfície, área, volume, massa e tempo.

3 Disciplinas Envolvidas e Público Alvo


Ciência / Geografia / Informática / Matemática / Português – Educandos do Ensino Fundamental.

4 Justificativa

Para muitos a Matemática é tida como algo abominável, de difícil compreensão, feita por loucos e para loucos, no entanto é indubitável a sua necessidade diária, seja na vida formal, da lida do dia a dia, ou na forma cientifica, comercial entre outras infinidades de aplicações. Seja como for, não há como negar que ela é primordial para a vida do ser humano, esteja ela intrinsecamente contida em sua vida ou não.

Essa visão negativa que lhe foi imposta, é devido à forma altamente abstrata e complexa, efetuada pelas escolas clássicas, perdurando por vários séculos. Mas há algumas décadas, ela tem-se mudado, graças a mudança do próprio método de se dirigir a educação no Brasil.

Tentamos hoje, trazer a Matemática, para mais perto dos educandos, da comunidade escolar, adotando novas abordagens e princípios de resolução de problemas matemáticos. Para tal observou-se que o educando, não é um ser desprovido de conhecimento, quando o recebemos inicialmente na sala de aula, muito pelo contrário, ele detém muito conhecimento. O desafio da escola, está justamente em aliar o conhecimento do educando, com o ensinamento e conhecimento acumulado pela humanidade. É através da união dos dois conhecimentos, que iremos vencer as dificuldades de comunicação, de pensamento e reflexão…

O Projeto Pedagógico proposto por nós, tem essa concepção como desafio, e como suporte para embrenhar nessa odisséia, os cadernos de Teoria e Prática, do GESTAR II. Mas acima de tudo na união da construção dos conceitos matemáticos, entre professor e educando, um ajudando o outro, mantendo o respeito e a devida valorização de cada um. O saber de um começa, onde acaba o do outro. É o que propomos no enfoque pedagógico, exposto no item 1.1.1.

5 Metodologia

5.1 Etapas


-Apresentação dos fatos da pesquisa com exposição formal, utilizando-se para isso de fotos, que se encontram nesse blog, localizadas nas opções: TRANSPOSIÇÃO DIDÁTICA, logo abaixo de cada encontro pedagógico, onde foram lidos e trabalhados os TPs, focalizando os seguintes itens:

-Elaboração de:

problemas, envolvendo temas sociais, científico e fenômenos naturais;

questionamentos motivadores voltados para os conteúdos dos TPs, juntos aos educandos;

-Apresentação aos grupos de trabalho, os resultados observados nas salas de aula;

-Publicação dos resultados no blog;

5.2 Estratégias


-Deverá ser realizada em grupo de no máximo dois componentes;

-Descrever as tarefas, as etapas e os objetivos;

-Indicar quais são os temas da pesquisas, escolhidos nos TPs;

-Identificar os recursos;

-Aplicar esses conteúdos, juntos aos educandos;

-Definição de um cronograma;

-Sugestões de sites e/ou referências bibliográficas;

-Integração entre as várias disciplinas;

5.3 Recursos Tecnológicos


-Objetos de aprendizagem;

-Documentos compartilhados;

-Criação de um Blog para postagem dos resultados das questões produzidas e/ou pesquisadas;

-Software de edição textos e edição gráfica;

-Softwares matemáticos: WinPlot;

-Elaboração e compartilhamento de informações;

-Pesquisa de vídeos relativos ao assunto;

5.4 Coleta de dados


-Jornais e Revistas;

-Leitura e análise das informações trazidas pelos educandos, de casa, em referência aos temas dos TPs;

-Consulta a sites da web;

-Forma de identificação de consumo ou prestações de serviços usados no cotidiano do nosso educando;

5.5 Seleção do material


-Artigos de jornais e Revistas;

-Noticias atualizada sobre os temas através dos TPs e da web 2.0.

5.6 Meios para a execução


-Ferramentas da web 2.0 como Google doc, Blog, youtube e sites;

-Formação de grupos de educandos, visando uma forma colaborativa aprendizagem;

-Sala de aula para exposição do resultado dos conteúdos trabalhados, nos TPs;

-Utilização do Laboratório de informática;

-Pesquisas em artigos publicados através de jornais e revistas;

-Consulta a sites educacionais e livros.

6 Cronograma


Após breves questionamentos e colocações individuais, dos participantes do Projeto Pedagógico, optou-se de ser desenvolvido atividades dinâmicas e práticas, obedecendo a lógica e a orientação dos TPS, tendo como local de aplicação das atividades a sala de aula, em parceria com outros professores de outras áreas do conhecimento, praticando com isso a Interdisciplinaridade.

A priorização foi:

-Realização das etapas de forma colaborativa entre os educandos;

-Discussão e anotações sobre os conteúdos desenvolvidos pelos educandos, em referência aos TPs.

Optou-se portanto de não se estabelecer uma data fixa, mas um período com inicial e final, sendo respectivamente o mês de Mar/09 e Nov/09. Onde as atividades seriam desenvolvidas, mediante a leitura e análise dos TPs.

O quadro para apresentação do projeto ficou assim, esquematizado:

ENCONTRO Teoria e Prática – TP

Unidades

TEMA
Segundo e Terceiro. TP 1 – 1 e 2 A Unidade 1 aborda a alimentação dos animais, em geral.A Unidade 2 aborda a alimentação do ser humano.
Quarto. TP 1 – 3 e 4 Imposto de Renda e Porcentagem.
Quinto. TP – 5 Explorando conceitos matemáticos numa discussão sobre esportes – proporcionalidade e medidas.
Sexto TP 2 – 6 Explorando conceitos matemáticos numa discussão sobre esportes – Tratamento de informação, números inteiros e medidas.
Sétimo TP 2 – 7 A previdência social e a mensuração de riscos.
Oitavo TP 2 – 8 Seguros de vida.
Nono TP 3 – 9 O universo das formas.
Décimo TP 3 – 10 Semelhanças, revestimentos, preenchimentos.
Décimo Primeiro TP 3 – 11 Usando o conceito de variáveis para discutir ecologia.
Décimo Segundo TP 3 – 12 Velocidade de crescimento.
Décimo Terceiro TP 4 – 13 A educação matemática contribuindo na formação do cidadão/consumidor crítico, participativo e autônomo.
Décimo Quarto TP 4 – 15 Água – da hipótese de Tales a um problema no mundo atual – Teorema de Tales, semelhança de triângulos, previsão de eclipses e determinação de distâncias inacessíveis.
Décimo Quinto TP 4 – 14 e 16 - Espaço, Tempo, Ordem de Grandeza – Números grandes e pequenos(U.14).- Explorando conceitos matemáticos em uma discussão sobre o trânsito inclusivo(U.16).
Décimo Sexto TP 5 – 17 Matemática e impacto social da tecnologia da informação.
Décimo Sétima TP 5 – 19 Explorando conceitos matemáticos em uma discussão sobre a reutilização e o uso de novas tecnologias.
Décimo Oitavo TP 5 – 18 e 20 - Matemática e interações sociais(U.18).- Os triângulos na vida dos homens – Congruência de Triângulos(U.20).
Décimo Nono TP 6 – 21 A Álgebra como ferramenta humana – Frações e Frações Algébricas.
Vigésimo TP 6 – 23 Alimentação e Saúde – Sistemas de Equações Lineares.
Vigésimo Primeiro. TP 6 – 22 e 24 - Migração – a busca do sonho(U.22).- Estudo de fenômenos sociais cotidianos – função linear como modelo matemático presente em vários contextos(U.24).

7 Avaliação


Os educandos envolvidos neste projeto poderão ser avaliados formativamente ao longo de todo processo do Projeto Pedagógico, bem como poderão ser avaliados quantitativamente, através de atividades extra-classe ou avaliações, no qual estarão inseridos questões trabalhadas nos TPs. Não obstante deve-se observar que o processo avaliativo pode sofrer alterações de acordo com as necessidades que surgirem para uma melhor adequação do Projeto Pedagógico.


Considerações Finais


A partir dos resultados obtidos durante o PROJETO PEDAGÓGICO, percebemos que temos um grande desafio ainda pela frente, que é dar continuidade aos conteúdos desenvolvidos ao longo do projeto, no Ensino Médio. Com um olhar especial para os educandos que sofreram essa intervenção pedagógica, de modo que eles possam perceber, que o conhecimento Matemático é um desafio constante, o que exige uma dedicação maior e mais compenetrada, tendo a sua execução, quando possível, na sua vida cotidiana e na lida de sua futura profissão, como cidadão ativo e participante, para um país, que está crescendo e necessitando de uma mão-de-obra, qualificada e eficaz.

Por fim ainda temos muito o que fazer, mas o primeiro passo já foi dado, através desta intervenção, esperamos que os educandos, bem como o corpo docente de cada escola, possa ter aproveitado ao máximo, aquilo que propusemos e tentamos edificar, através de um esforço ardo e constante.

Queremos deixar registrado um agradecimento especial às nossas formadoras, que não mediram esforços e meios, para nos elucidar, todas as indagações e dificuldades, encontradas durante a execução de cada tema, junto aos nossos educandos, a vocês:

Andreia Fernando Toledo Souza;

Kelly Maria Passos.

O nosso muito obrigado!!!


Referências


BRASIL, Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Matemática 5ª a 8ª série. Brasília: MEC/SEF, 1998.

FREIRE, Paulo. Extensão ou Comunicação? Tradução de Rosisca Darcy de Oliveira ¿ Prefácio de Jacques Chonchol 7ª ed. Rio de Janeiro. Paz e Terra, 1993.

_________. Pedagogia da Autonomia. 20ª ed. São Paulo: Paz e Terra, 1996. GIARDINETTO, José Roberto Boettger. Matemática escolar e matemática da vida cotidiana. Campinas, SP: Autores associados, 1999. (Coleção: polemicas do nosso tempo; v. 65).

PROGRAMA GESTÃO DA APRENDIZAGEM ESCOLAR GESTAR II. Matemática. Cadernos de Teoria e Prática 1,2,3 e 4 . MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO, Secretaria de Educação Básica.

Bianchini, Paccola -Curso de Matemática -Volume Único -Ed. Moderna.

Dante, Luiz Roberto -Matemática -Volume I -Àtica -SP/2004.

Smole, Kátia Cristina Stocco/Diniz Maria Ignez de Souza Vieira -Saraiva -Sp/2005

Santos, Carlos A. Marcondes; Gentil, Nelson; Greco, Sérgio Emílio -Matemática ­Série Novo Ensino Médio -Vol. Único -Ática -SP/2004.

Carron, Wilson/Guimarães, Osvaldo -Física -Volúme Único -2ª Edição – Ed. Moderna -SP/2003 .

Apresentação e exposição: http://www.wordpress.com; acessado em 15/03/09.

Vídeos: www.youtube.com; acessado em 15/03/09.

Documento de compartilhamento e pesquisa: http://www.google.com;(Google Docs). acessado em 15/03/09.